Alimentação e colesterol

Gostou? Compartilhe

O colesterol é responsável por todas as membranas que envolvem as células e auxilia nos processos de metabolismo. Também é necessário para o crescimento e regeneração celular e, além de estar presente no sangue e em todos os tecidos, colabora com a produção dos hormônios sexuais e do cortisol. A maior parte do colesterol que circula no sangue é sintetizada pelo organismo, e o restante vem da alimentação.

Para entender porque essa substância é tão importante para o organismo e, ao mesmo tempo, pode ser tão prejudicial é preciso saber que há dois tipos diferentes de colesterol: o bom e o ruim. O colesterol bom, chamado de HDL (do Inglês, High Density Lipoproteins) protege o organismo, recolhendo o colesterol ruim depositado nos vasos sanguíneos para ser eliminado pelo fígado. O ruim, LDL (do Inglês, Low Density Lipoprotein) é aumentado por fatores como alimentação inadequada e excesso de peso, além do fator genético e, geralmente, está associado a outros fatores de risco como diabetes, tabagismo e pressão alta. Quando presente em grande quantidade no organismo pode provocar o entupimento das artérias (aterosclerose), responsável por problemas cardiovasculares como infartos e derrames.

Uma alimentação balanceada, rica em frutas, verduras, legumes, grãos integrais, etc., é indicada para todos os indivíduos, especialmente para aqueles que pretendem manter as taxas de colesterol no sangue em níveis desejáveis. O ideal é que não haja exageros na quantidade de gordura consumida.

É recomendado, tanto para quem já possui níveis sanguíneos de colesterol elevado, quanto para quem tem a intenção de prevenir:

  • Aumentar o consumo de frutas e hortaliças folhosas como alface, escarola, agrião, rúcula, entre outros;
  • Utilizar somente a clara do ovo e dispensar a gema;
  • Aumentar o consumo de cereais integrais e alimentos integrais no geral;
  • Utilizar óleo de canola, girassol ou milho e azeite de oliva;
  • Preferir preparações assadas, cozidas ou grelhadas;
  • Ingerir bastante água e praticar atividade física.

 

Alimentos que devem ser evitados:

  • Leite e iogurtes integrais;
  • Queijos amarelos (prato, mussarela, provolone, parmesão, etc.);
  • Carnes gordas;
  • Miúdos (fígado, moela, rim, língua);
  • Embutidos (lingüiça, salsicha, mortadela, salame, presunto);
  • Bacon, torresmo, toucinho, banha, pele de frango;
  • Frituras em geral;
  • Molhos como catchup, mostarda, maionese, entre outros;
  • Coco, gordura de coco, óleo de dendê e creme de leite.

 

Proteja seu coração com uma alimentação saudável!!!

 

Gostou? Compartilhe

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Eu atendo em consultório em São Paulo, SP. Você quer agendar uma consulta comigo? Preencha os seus dados abaixo e entraremos em contato o quanto antes. coloca local para cadastro
Enviar