Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Marque sua consulta

(11)3768-0123
(11)99100-9661

Evden eve nakliyat platformu istanbul izmir van ve civarinda nakliye firmalari icin dogru yerdesiniz. Firmalarin listesi icin lutfen ziyaret ediniz. van nakliyat firmalari evden eve nakliye

Derrame: como agir

Postado em Dicas

Tags:, ,

Nosso site é focado na prevenção por meio de uma vida com qualidade, mas o Brasil é lider em Acidentes Vascular Cerebral (AVC), por isso, fique por dentro dos sinais que denunciam o problema e veja de que forma proceder diante de AVC conhecido também como derrame.


1. Os sintomas Um dor de cabeça súbita, que aparece do nada, é um dos possíveis indícios de derrame, não importa se isquêmico, aquele causado pelo entupimento de uma artéria do cérebro, ou hemorrágico, em que há a ruptura de um vaso na massa cinzenta.

2. Outros sinais de alerta Alterações motoras ou sensoriais em apenas um lado do corpo podem denunciar um derrame. O indivíduo começa a sentir, de uma hora para outra, uma dormência em um dos braços, por exemplo.

3. Por que a boca entorta Um acidente vascular cerebral pode se manifestar por meio de contrações involuntárias seguidas da paralisia de um músculo da face. É por isso que muitas pessoas ficam com a boca torta.

4. Visão dupla Um derrame é capaz causar alterações visuais. O indivíduo passa, por exemplo, a enxergar um objeto duplicado. Sensações de vertigem também avisam que algo está errado no cérebro.

 

5. Fala prejudicada Outro sintoma de um derrame é a dificuldade para articular as palavras. Isso acontece porque a lesão cerebral pode afetar a fala e, daí, a pessoa troca as letras e se enrola na hora de montar as frases.

6. Atenção aos desmaios Seja isquêmico, seja hemorrágico, um acidente vascular cerebral pode ser tão impactante a ponto de a vítima desmaiar. Como qualquer desmaio merece atenção médica, não se deve esperar para procurar um hospital.

7. Corrida contra o tempo Tempo é tudo para preservar o cérebro do ataque provocado por um derrame. Assim, ganhar reles minutos diminui o risco de graves sequelas. A primeira providência nesse caso é correr e ligar para o número da emergência médica (192)

8. O socorro à vítima Caso esteja em um local afastado e não der tempo para aguardar uma ambulância, leve, no seu carro, a vítima de AVC imediatamente a um hospital, de preferência com serviço de assistência neurológica. Procure deixá-la sentada ou deitada no banco de trás, da maneira mais confortável possível.

9. Nunca ofereça remédios à vítima de um AVC Se há suspeitas de que o indivíduo esteja sofrendo um derrame, jamais ofereça qualquer medicamento a ele. Remédios podem, inclusive, piorar a dimensão do acidente vascular cerebral.

Iris Nutricionista

Fonte: revista saúde

 

Discussão:

3 comentários
  • Maísa Fulginitti disse:

    SÓ POSSO PARABENIZAR, SEJA O TEMA QUE FOR É SEMPRE DE GRDE PROVEITO E O MELHOR, CLARO E OBJETIVO.
    ABS,

  • Paulo Rosas Moreira disse:

    Já convivi várias vezes com o problema, minha avó paterna,uma tia irmã de meu pai e minha própria mãe. Infelizmente,nenhuma resistiu ao AVC.
    É um problema de saúde muito sério realmente.
    Como sempre, belo trabalho, Thelma.

  • silvana disse:

    já convivi com problema de um AVC minha mãe estava no pronto socorro sendo atendida mas o medico plantonista recém-diagnosticado com seus sintomas deu um AVC em minha mãe ele diagnosticou pressão alta ele a entubou porque ele falou para família que ela estava variando de sua funsao mentai alem de nos comunicamos que ela tinha auzami ele não se preocupou ai deu AVC esquemico apos meses ela veio falecer.E infelizmente por um diagnostico errado pelo doutor pedir minha mãe.

Escrever uma resposta ou comentário

Vá para o Topo