Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Marque sua consulta

(11)3768-0123
(11)99100-9661

Evden eve nakliyat platformu istanbul izmir van ve civarinda nakliye firmalari icin dogru yerdesiniz. Firmalarin listesi icin lutfen ziyaret ediniz. van nakliyat firmalari evden eve nakliye

Energéticos em excesso prejudicam a saúde

Conhecidas por melhorar o desempenho físico de atletas, as bebidas energéticas podem não ser tão benéficas quanto se pensava. De acordo com pesquisadores da Universidade de Nova Southeastern, na Flórida (EUA), o consumo desenfreado desses líquidos pode causar insônia, arritmia, osteoporose, doenças cardiovasculares, complicações no parto e na gestação e problemas gastrointestinais.

“As bebidas energéticas contêm, tradicionalmente, cafeína, taurina, sacarose, guaraná, ginseng, niacina e vitamina B12”, descreve Stephanie Ballard, uma das responsáveis pelo estudo. Segundo ela, a melhora no desempenho físico proporcionado pela bebida está diretamente relacionada à cafeína. Até aí, nenhuma novidade. Mas Stephanie vai além: “Os efeitos da cafeína podem variar no desempenho anaeróbico do indivíduo”.

Os resultados levantados pela equipe colocam em xeque ainda se a combinação entre a bebida e exercícios físicos pode acelerar, de fato, a perda de peso. “O aumento na queima de calorias tende a diminuir e a voltar ao normal quando o uso da cafeína se torna um hábito regular e corriqueiro”, acrescenta Ballard. Além disso, por ser frequentemente acrescida de açúcar, ela pode ser tão prejudicial para o ganho de peso quanto os refrigerantes.

Doping – O consumo exagerado de uma substância ativa como a cafeína pode trazer efeitos colaterais sérios ao organismo. Nos energéticos, a substância está presente em concentrações altíssimas (até seis vezes mais do que em outras bebidas). Por isso, apesar de ter sido retirada da lista da Agência Mundial Anti-Doping em 2004, a substância é monitorada desde 2009 para evitar o uso abusivo. De acordo com as regras da Associação Atlética Universitária Nacional dos EUA, atletas que apresentam mais de 15mg/L de cafeína na urina são barrados no teste anti-doping. Oito xícaras de café, cada uma com 100mg de cafeína, são suficientes para atingir a quantia permitida.

Fonte: Revista Veja

Poderá gostar:

Exercícios e alimentação

Você é (e será) o que você come

Discussão:

4 comentários
  • Paulo Rosas Moreira disse:

    Eu tenho como informação que as bebidas energéticas, são destinadas aos atletas,em razão
    de diminuir a perda de líquido do organismo
    proporcionando-lhes melhor desempenho.
    Em razão disto os hipertensos não podem, ou melhor,não devem fazer uso destes.
    Estarei mal informado ?

    • Thelma Tschope disse:

      Olá! Paulo,
      Não esta mal informado não, os hipertensos não devem fazer usos de bebidas energeticas, pois normalmente elas contém uma grande quantidade de sódio.
      Grande abraço
      Thelma

  • dnl disse:

    REALMENTE SER ESTUPIDO FAZ PARTE DA NATUREZA HUMANA, A ÁGUA É O MAIOR SOLVENTE DA TERRA COM SEUS SAIS E MINERAIS E LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO QUE NOSSO CORPO É CONSTITUIDO DE 60% OU MAIS DESSE PODEROSO LÍQUIDO NADA A SUBSTITUI. O PROBLEMA ESTÁ SEMPRE NO DESEQUILÍBRIO OU MAL USO DE QUALQUER TIPO DE ALIMENTO,NESSE CASO AS BEBIDAS ENERGÉTICAS SÃO MUITO BOAS DESDE QUE Ñ TOME O LUGAR DA ÁGUA OU SEJA CONSUMIDA EM MAIOR QUANTIDADE QUE O PODEROSO SOLVENTE NATURAL . A ÁGUA DEVE SEMPRE SER CONSUMIDA EM MAIOR QUANTIDADE, SÓ OS TOLOS Ñ SE CONVENCE DISSO .

    • Thelma Tschope disse:

      Olá! Dnl,
      O grande segredo da vida esta em ter equílibrio em tudo! Nem sempre é fácil de conseguir. Por isso o ser humano acaba cometendo tantas “tolices”.
      Participe sempre com suas opiniões!
      Grande abraço
      Thelma

Escrever uma resposta ou comentário

Subscribe!

Vá para o Topo