Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Marque sua consulta

(11)3768-0123
(11)99100-9661

Evden eve nakliyat platformu istanbul izmir van ve civarinda nakliye firmalari icin dogru yerdesiniz. Firmalarin listesi icin lutfen ziyaret ediniz. van nakliyat firmalari evden eve nakliye

Estudos derrubam “fobia” moderna de gordura saturada

Nas últimas décadas, médicos e pesquisadores não pouparam a gordura saturada, sempre relacionada a aumento de problemas cardiovasculares. Agora, pesquisas mostram que ela não é a grande vilã da alimentação.

Uma análise de 21 estudos divulgada em fevereiro não encontrou relação direta entre o consumo desse tipo de gordura e o maior risco de infarto e derrame.
Outra pesquisa, publicada em abril, apontou que dietas pobres em gorduras saturadas, mas ricas em carboidratos, aumentariam o risco de infarto em 33%.

Até mesmo a manteiga, ingrediente emblemático desse tipo de gordura, não se mostrou maléfica quando consumida com moderação.
Um trabalho do InCor com 66 pacientes mostrou que o consumo de uma colher de sopa de manteiga por dia não eleva as chances de acidente cardiovascular.

Os grandes problemas são a alimentação desequilibrada e a forma como a gordura foi sendo substituída.”A população entendeu a gordura saturada como o grande vilão e abusou do açúcar. Mas há muitos vilões. É o estilo de vida que conta para a saúde”, diz o cardiologista Daniel Magnoni, diretor do serviço de nutrologia do Hospital do Coração.
O excesso de carboidratos pode causar aumento de peso, intolerância à glicose e aumento dos níveis de triglicérides, também relacionados a doenças do coração.

MEDO DE GORDURA
Para a nutricionista Ana Carolina Moron, pesquisadora do InCor, as informações negativas sobre as gorduras saturadas contribuíram para uma “fobia de gordura”, com a exclusão de todos os tipos.

Para muitas pessoas, ficam de fora dos cardápio até mesmo as gorduras mono e poli-insaturadas, encontradas principalmente em óleos vegetais, nozes e castanhas. Elas já são conhecidas por reduzir os níveis de triglicérides e aumentar os de HDL (o colesterol “bom”). “Acham que vão engordar e infartar. As pessoas consomem todos os alimentos em versão light, excluem os óleos e acabam tendo problemas de saúde por isso.”

Uma consequência dessa exclusão da gordura é o intestino preso. Pode ocorrer ainda carência de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K).
O indicado é consumir de 20% a 30% do total calórico do dia em gorduras. Dessa proporção, 7% devem ser compostos por gorduras saturadas e o restante, pelas mono e poli-insaturadas.
Isso equivale ao consumo diário de duas ou três colheres de sopa de azeite colocadas na salada e de uma xícara de chá de nozes.

Fonte: Folha Online

Poderá gostar:

Quem dorme mal consome mais calorias, mostra estudo

Total de calorias é mais importante do que número de refeições


Discussão:

7 comentários
  • Luzia Brissolare disse:

    Essa matéria é muito importante, e rica de informações a qual a população não entende, oo que faz com que as pessoas ignores as informações, é que elas não sabem distinguir o que é gordura saturada, mono ou poli saturada, nem mesmo se esforça para consultar uma tabela de calorias, isso faz com que as pessooas utilizem o disque comadre para pegar informações erradas e utilizar de produtos que podem trazer muitos problemas, inclusive unidos a uma dieta desequilibrada, as consequênncias são uma catastrofe, pois o nosso corpo tem limites para suportar tantas agressões. Eu particularmente acho que poderiam ter profissionais dando palaestra muito ricas em comunidades, igrejas, salões etc… cchamando a populaçao para conhecer o que pode ou o que não pode, mostranso a eles o que é gordura satura etc…, só assim é pode conseguir concientizar as pessoas disso tudo, e faze-la pensar antes de elevar o consumo de um alimento errado numa dieta ou a um paciente com a saude comprometida e deirarem de usar o disque comadre. bjs

    • Thelma Tschope disse:

      Olá! Luzia,
      Essa matéria realmente é muito importante, por isso assim que li achei que seria muito boa para meus leitores. Infelizmente a maioria da população não tem conhecimento de muitas coisas e consome os produtos que fazem mais propaganda. O “disque comadre” realmente é pior ainda. Em um período fiz atendimento em uma comunidade carente e fiquei muito admirada com a quantidade de óleo que era consumida, quando falava que não havia necessidade de tanto óleo, a maioria achava que a comida ia ficar ruim. O valor gasto com óleo poderia ser usado para comprar outros produtos rico em nutrientes. Fiz a minha parte orientando as famílias, algumas passaram a seguir o meu conselho e gostaram. Infelizmente é um trabalho de “formiguinha”.
      Grande abraço,
      Thelma

  • mauro disse:

    Infelizmente esse é um tema difícil de se entender para a maioria das pessoas, por uma questão de desinformação, por isso, acabam considerando tudo a mesma coisa. O trabalho de conscientização deve ser adotado, não somente para esse tema mas para outros também. Parabenizo, Thelma e equipe pela valiosa iniciativa.

    • Thelma Tschope disse:

      Olá! Mauro,
      Quando li esta matéria achei que seria importante para o meu leitor. Infelizmente as pessoas “ouvem falar” e mesmo não entendendo muito bem passam a ter determinado comportamento sem saber bem porque. A grande verdade na minha opinião e que a maioria das pessoas exageram nas coisas, fazem dietas radicais ou exageram quando se alimentam. O importante é a moderação o meio termo. Tem gente que se farta de comidas gordurosas e depois pede um cafezinho com adoçante e faz um escândalo se não tem. O desequilíbrio e a culpa de muitos males.
      Um grande abraço
      Thelma

  • Vilma disse:

    Concordo com vc, o equilibrio é o melhor caminho para uma alimentação saudável.

  • yvone disse:

    Olá Thelma tudo bem? Muito obrigado pelas informações, li e gostei, agora vou comer manteiga sem muita culpa, agora sei que tudo com equilibrio não prejudica a saude. Bom domingo e um abraço.

Escrever uma resposta ou comentário

Subscribe!

Vá para o Topo