Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Marque sua consulta

(11)3768-0123
(11)99100-9661

Evden eve nakliyat platformu istanbul izmir van ve civarinda nakliye firmalari icin dogru yerdesiniz. Firmalarin listesi icin lutfen ziyaret ediniz. van nakliyat firmalari evden eve nakliye

Você tem fome ou vontade de comer?

Você tem fome ou vontade de comer?

Se você já tentou de tudo para emagrecer, mas não consegue, talvez tenha que mudar os seus hábitos e principalmente o seu comportamento diante da comida.

Você vai na cozinha abre armários e geladeira, procura, procura, procura, e não sabe direito o que quer comer? Só sabe que quer comer algo. Não está de barriga vazia, mas sente vontade de comer alguma coisa?
Se identificou? Pois saiba que isso é bem comum e pode ser a tal da vontade de comer.

Já parou para pensar que nem sempre que tem vontade de comer algo é FOME?

É comum descontarmos na comida a ansiedade e os nossos problemas emocionais. Ou seja, utilizamos a comida como um momento de fuga, uma válvula de escape.

Por isso nesse momento surge a necessidade de saber se está verdadeiramente com fome ou vontade de comer. Assim evitará comer por impulso e sem que o corpo necessite daquelas calorias ingeridas.

Fome emocional ou fisiológica?

Em primeiro lugar é importante destacar que a fome é um instinto básico de nós seres humanos. Ela aparece quando o organismo precisa se abastecer de energia para continuar funcionando. Para saber se é fome ou vontade de comer, é preciso observar os sinais que o corpo transmite quando está realmente precisando de comida. Mas isso não quer dizer que se estiver realmente com fome estará livre para comer tudo que estiver na frente!! A melhor escolha é usar o bom senso.

Na correria do dia a dia, ou mesmo quando seguimos uma “dieta” que tem horários predeterminados para se alimentar, é comum não reconhecermos ou não prestarmos a devida atenção aos sinais do corpo. A maioria das vezes nos encontramos completamente desconectados de nosso instinto natural, acreditando que não sentir fome seja uma grande conquista.

Tem também o outro lado, podemos ter a sensação de sentir fome o tempo todo. Querer comer, definitivamente não é a mesma coisa que precisar comer! Não necessitamos de combustível o tempo todo. A interpretação errada desses sinais, confunde, fome emocional com fome fisiológica.

Para saber que tipo de fome está sentindo faça as seguintes perguntas:

Estou realmente com fome?

Qual foi o horário da minha última refeição?

Tenho necessidade de comer isso?

Faz mais de cinco horas desde a última refeição? 

Foi substancial ou suficiente?

Se você decidir que está realmente com fome, coma!

Sinais em seu corpo que te avisam que precisa comer!

É importante fazer estas reflexões, pois na maioria das vezes, comemos por impulso e por ter comida disponível a mão o tempo todo (um punhado de pipoca aqui, alguns pedaços de doces lá, meio pedaço de bolo de aniversário de escritório). Com tantas guloseimas disponíveis por aí, dificilmente sentimos fome fisiológica.

Sinais da fome fisiológica:

Dor ou um ronronar no estomago,

Sensação de vazio na boca do estomago,

Uma leve sensação de enjoo,

Fraqueza ou perda de energia,

Problemas de concentração ou uma leve dor de cabeça ou tontura.

Então preste atenção! Pensamentos, emoções ou desejos não são sinais de fome.
Reconheça a sensação de fome e respeite. Coma quando você sente fome e não quando “pensa” que está com fome. Organize suas refeições começando com o café da manhã, planejando lanches e refeições principais, como o almoço e jantar.

Benefícios de prestar a atenção se esta realmente com fome.

  1. Menos Estresse- A  sintonia com suas emoções, evitará com que coma demais ou coma alimentos que sabotem os seus objetivos.
  2. Melhor Controle Do Peso- A percepção das necessidades de seu corpo, fará com que tome consciência se é fome emocional ou não, assim começará  a melhorar seus hábitos alimentares e, provavelmente, o peso ficará mais equilibrado.
  3. Melhora A Saúde- Comer apenas quando se está com fome e sem exageros, pode resultar em melhora em relação a doenças, incluindo diabetes, problemas digestivos, distúrbios alimentares, por exemplo.
  4. Mais Satisfação Ao Comer- Quando prestamos atenção ao nosso corpo, conseguimos comer com mais prazer. Se conecte ao prazer de comer, saboreie o que come. Evite se alimentar diante da tv ou fazendo outra coisa. Apenas se alimente! Fazendo isso dificilmente perderá o controle diante da comida.

Fome emocional

Sabe aquele dia que foi muito cansativo no trabalho, teve excesso de trânsito, brigou com alguém querido, está triste, aquele vazio no peito? Então, nestes dias é que surge a fome emocional e por todos os problemas passados achamos que devemos nos recompensar com comida.

É aí que entra aquela clássica frase: “eu mereço”. Você engrena no “piloto automático” e faz as escolhas mais complicadas para quem eliminar, manter o peso ou ter saúde, o nosso cérebro nos induz a procurar o que traz maior recompensa, que é a combinação de açúcar e gordura.

Logo de cara atacamos os alimentos que são ricos nessa combinação: chocolate, bolo recheado, bolacha, produtos ultra processados… ou você já pensou em se recompensar com uma salada?

Mas fique atento, a irritação, a tristeza, ou a angústia não vai desaparecer se você comer três fatias enormes de bolo de chocolate recheado. Antes de exagerar pense na origem da sua inquietação e insatisfação. Deixe para comer estes alimentos em outro momento que possa realmente curtir e saborear com prazer.

O alimento faz parte da nossa vida, como disse no começo a fome é um instinto básico de nós seres humanos.  Procure ter uma relação mais tranquila com a comida. Se começar a prestar mais atenção em que tipo de fome está sentindo, ficará mais fácil a sua relação com a comida.

Reflita! Você tem fome de quê? Você é a melhor pessoa para saber o que precisa.

Gostou deste post? Compartilha! Comente!

Forte abraço!

Thelma Tschope

 

Escrever uma resposta ou comentário

Vá para o Topo