Thelma Tschope Nutricionista CRN 25654
Marque sua consulta

(11)3768-0123
(11)99100-9661

Não deixe de se exercitar no inverno

Praticar exercícios no inverno não é tarefa fácil. Nesta época do ano, o maior inimigo da atividade física é o frio. É muito comum que as pessoas interrompam sua atividade física regular até que o tempo aqueça novamente, principalmente entre aqueles que praticam natação ou esportes ao ar livre, como corrida e ciclismo. É preciso persistir, porque do contrário o corpo desacostuma, a pessoa ganha quilos extras e depois fica muito mais difícil voltar.

Não é só a vontade de interromper a prática regular de esportes que acontece no inverno. Os esportistas precisam estar atentos, pois é muito comum no inverno acontecer uma lesão por falta de um aquecimento adequado antes de iniciar a atividade física. É preciso se aquecer bem antes de começar a correr ou andar de bicicleta ou entrar na piscina, por exemplo.

Quando a pessoa segue um programa de condicionamento físico, a atividade vira hábito e faz parte de sua rotina. O frio do inverno não pode servir de desculpa para se interromper esse programa. O esportista precisa apenas saber que o aquecimento é muito importante e seguir alguns cuidados, como não se descuidar da hidratação, usar roupas que o aqueçam e que sejam confortáveis e buscar horários mais adequados para a prática da atividade física.

1. É saudável fazer exercícios no inverno?
Sim, é tão saudável quanto no calor. A única diferença é que o corpo gasta mais energia no frio para manter-se aquecido. Três quartos da energia do corpo humano são despendidos apenas para manter a temperatura, e só o que sobra vai para o exercício na contração muscular. Portanto, é importante uma alimentação adequada antes da pratica de esportes, porque ela fornecerá a energia necessária às atividades.

2. O que fazer para evitar lesões?
Para evitar lesões na pratica de esportes em temperaturas mais baixas é preciso incrementar o aquecimento. Para atingir este ponto ideal no inverno, o organismo deve passar por uma preparação mais intensa: o recomendado é fazer entre 10 e 15 minutos de aquecimento antes de iniciar o alongamento.

3. O aquecimento é o mesmo para diferentes modalidades esportivas?
Sim. Para a prática de futebol, corrida, tênis ou ciclismo, é importante fazer previamente uma caminhada de baixa intensidade, que deve ser intensificada até o trote – com duração total de 10 a 15 minutos. Em seguida, inicia-se o alongamento específico para cada modalidade.

4. Qual a diferença entre alongamento e aquecimento?
Aquecimento é a atividade física que possibilita o aumento da temperatura corporal interna e muscular – o que é fundamental para uma prática esportiva adequada. Já os exercícios de alongamento permitem a distensão em níveis seguros das fibras musculares. Alongar a musculatura sem que ela esteja devidamente aquecida já representa um risco maior de lesão.

5. Devo praticar esportes agasalhado?
Não. É ideal usar um agasalho apenas para ajudar no aquecimento. Já o treino deve ser feito com roupas próprias para exercícios. Eventualmente, se a temperatura for muito baixa, pode-se manter um agasalho leve, mas deve-se atentar ao risco de superaquecimento do corpo. Ao terminar o treino, deve-se imediatamente tirar a roupa molhada de suor e colocar uma roupa seca e um agasalho para manter a temperatura do corpo.

6. Devo fazer um desaquecimento no final da pratica de exercícios?
Sim, mas neste caso não existe diferença entre o calor e o frio. É sempre recomendado fazer um exercício com sobrecarga bem leve para diminuir a freqüência cardíaca e remover as substancia tóxicas geradas durante o treinamento.

Não desanime! Vamos malhar!

fonte:esportemulher

Escrever uma resposta ou comentário

Subscribe!

Vá para o Topo